Manjar do Marquês

Esta semana conhecemos aquele que é o talismã de uma casa e de uma história de dedicação, tenacidade e sucesso de uma família que em Pombal nos serve há mais de 50 anos as suas especialidades.

Foi no restaurante O Manjar do Marquês que provámos os Filetes de Pescada com Arroz de Tomate. A história de vida do Sr. Evangelista Graça e de sua mulher, a Sr.ª D. Maria de Lurdes Graça começou há muito, mas foi em 1960 quando se casaram e que juntos assumiram a gerência da Pensão Pombalense, que começou aquele que viria a ser um percurso na restauração repleto de dificuldades que o casal foi sempre transformando em oportunidades até chegarmos ao que é hoje um dos pontos de paragem obrigatórios em Pombal.

O crescimento foi uma evolução natural, com passos calculados e avalizados pelo sucesso que iam tendo e que os levou da já referida pensão, a uma cervejaria e à exploração durante muitos anos de um bar/restaurante na zona, que se tornou pequeno para tanto sucesso, sempre na combinação que tão bem lhes assentava – o Sr. Graça na frente da sala, excedendo-se naquilo que tão bem fazia: a comunicação com as pessoas, e a Sr.ª D. Lurdes “no seu laboratório”, como ambos se referiam à sua cozinha.

Quando o dono do espaço o quis fechar para obras, e obrigados a sair, foi já passados dos 50 anos que resolveram apostar tudo num espaço com uma dimensão à partida assustadora, mas em que a Sr.ª D. Lurdes sempre acreditou e incentivou o seu marido a apostar da mesma maneira, e que juntos pensaram em tudo, desde a distribuição das salas, à cozinha, à decoração. “Muitas pessoas perguntavam-nos quem tínhamos contratado para fazer a decoração e não acreditavam quando lhes dizíamos que tínhamos sido nós sozinhos. Viajámos muito e fomos escolhendo cada peça e cada móvel”, conta-nos a Sr.ª D. Lurdes, quando nos mostra os diferentes espaços.

Uma sala de restaurante com uma ementa mais elaborada, um snack-bar, onde se servem pasteis, filetes, escabeches e outros petiscos, uma Adega Típica, com capacidade para 650 pessoas para a realização de eventos, e ainda uma loja com produtos típicos da região, de artesanato e bordados. Parece muito mas é apenas o espelho de uma tenacidade e perseverança, aliadas a uma postura inflexível no que toca à qualidade dos produtos com que trabalha. A Sr.ª D. Lurdes não abdica da melhor qualidade dos seus ingredientes em função do preço e só cozinha produtos da época. Acresce ainda que apesar da sua idade continua a passar a maior parte do tempo no Manjar do Marquês, seja na cozinha, seja nas salas, seja na loja de artesanato, mantendo com um pulso muito firme a gestão que desde o falecimento do marido partilha com o filho Sr. Paulo Graça, que assumiu este papel de corpo e alma, com a mesma dedicação que parece ser uma característica genética da família. “Foram os Filetes de Pescada com Arroz de Tomate que nos fizeram o nome.”

A pescada sempre fresca e grande é arranjada em casa e depois de temperada é passada por farinha e depois por ovo. O arroz de tomate que começa com um refogado de cebola é feito com tomate natural e leva um pouquinho de pimentos verdes. E, por fim, as migas de nabiça, ou “aferventado” como também lhe chamam, é um acompanhamento que todos os seus clientes habituais insistem para que ela tenha durante todo o ano. As nabiças, migadas, são salteadas em azeite e alho, com broa de milho e feijão-frade.

Os Filetes de Pescada com Arroz de Tomate do restaurante O Manjar do Marquês, são o melhor exemplo da filosofia que há meio século norteia a Sr.ª D. Lurdes e a sua família: ingredientes frescos, da época e da melhor qualidade, cozinhados com honestidade para não lhe retirar essas mesmas qualidades. Eles são um excelente cartão de visita que nos alicia a voltar para provar todas as outras especialidades de uma casa com uma reputação imaculada e uma história muito rica. E sem dúvida que o faremos!

Restaurante O Manjar do Marquês

Estrada Nacional nº 1

3100-373 Pombal

T. (351) 236 200 960

0 comments on “Manjar do MarquêsAdd yours →

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *